O cardiologista Fabrício Vassallo durante o procedimento de ablação de fibrilação atrial – para tratamento de arritmia cardíaca. (Foto: Divulgação/Santa Casa Vitória)

O serviço de Cardiologia do Hospital da Santa Casa de Misericórdia de Vitória (HSCMV) realizou, em 15 de maio de 2019 o primeiro procedimento cardiológico de ablação de fibrilação atrial – para tratamento de arritmia cardíaca – em um paciente do Sistema Único de Saúde (SUS) no estado do Espírito Santo.

O cardiologista responsável pelo procedimento, Fabrício Sarmento Vassallo, é um dos principais nomes de referência no assunto no país. Ele explica que este é um dos procedimentos mais complexos que existem dentro da área de arritmologia, e que conta com a utilização de mapeamento eletroanatômico, que torna o procedimento mais rápido e seguro. “Ainda assim, pela complexidade, a média de duração é em torno de duas horas e meia. Estamos utilizando equipamentos que estão entre os melhores e mais modernos que existem no mundo atualmente”, explica.

A arritmia cardíaca sustentada, caso desta paciente, é a mais comum no mundo. E acomete cerca de 2% da população mundial, afirma o médico. “Além disso, é uma das principais causas de derrame. Portanto, mesmo nem sempre gerando grandes sintomas, ela pode trazer conseqüências catastróficas. Quem já viu, conviveu ou tem alguém na família que sofreu um derrame, sabe bem o que é isso”, ressalta.

Esta é a primeira vez que este procedimento é realizado na Santa Casa de Misericórdia de Vitória. Também é a primeira vez que é feito pelo Sistema Único de Saúde (SUS) através de contrato de prestação de serviços firmado junto à Secretaria de Estado da Saúde – SESA. Uma conquista importante para a sociedade capixaba, que agora conta com um serviço de ponta pelo SUS, e também uma conquista para a Santa Casa Vitória, que desde 2018 é habilitada pelo Ministério da Saúde como Unidade de Assistência em Alta Complexidade Cardiovascular.

Pioneirismo

Em abril de 2019 a Cardiologia da Santa Casa de Vitória já havia obtido outro importante sucesso. Pela primeira vez, realizamos no hospital um fechamento do apêndice do átrio esquerdo em um de nossos pacientes. O procedimento, também realizado pelo Dr. Fabrício Sarmento Vassallo, teve apoio da equipe do nosso setor de Hemodinâmica e dos médicos Vinicius Fraga, Vitor Martinelli, além da importante participação do cardiologista venezuelano Luiz Cressa, médico especialista com experiência de mais de 500 procedimentos deste tipo.

Este procedimento realizado no mês de abril foi o primeiro deste tipo realizado na Santa Casa Vitória, assim como também foi o primeiro caso realizado pelo Sistema Único de Saúde (SUS) no Espírito Santo.

Na ocasião, Fabrício Vassallo explicou a importância do fechamento do apêndice que se forma no coração. “O apêndice atrial é uma fonte para formar coágulos. Ele pode se desprender de dentro do coração e gerar um Acidente Vascular Cerebral (AVC). Trata-se de um marco, pois poderemos oferecer daqui pra frente uma opção segura e eficaz ao paciente, para evitar o AVC”, concluiu.

© Copyright 2018 - Hospital Santa Casa de Misericórdia de Vitória - Rua: Dr. João dos Santos Neves, 143 - Vila Rubim, Vitória - ES, CEP: 29025-023 - Telefone: (27) 3212-7200